sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Julian Beever, o picasso das ruas

Pavement Picasso: Julian Beever


Julian Beever
 é um artista internacionalmente renomado. Nos últimos 15 anos Julian tem produzido centenas de peças em locais em toda a Europa. Frequentemente é chamado de Pavement Picasso. Não é para menos, pois veja suas obras 3D . São excelentes. Além disso, não deixa de ser uma forma de trazer a arte para as ruas das cidades.




Desenhos ou pura matemática


Os desenhos são minuciosamente projetadas, milimetricamente executados. Pura matemática. Em média, o artista leva cerca de três dias para completar uma obra. Foi assim quando esteve nas ruas Birmingham's Chinatown, para pintar um um enorme dragão chinês de 9 metros quadrados em comemoração do Ano Novo chinês.

Promoção da Scott Passaport

Foi assim quando esteve em Porto Alegre em uma promoção da Scott Passaport. Além disso, segundo o próprio artista, o seu trabalho tem lá suas exigências: “O ideal são os dias de sol forte, pois quando chove, significa que eu tive um monte de trabalho para nada. Mas o importante para mim é tirar a foto com o resultado final. Quando isto acontece, o objetivo foi alcançado com sucesso .

Veja todas as fotos dos desenhos de Julian Beever



quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

TV Pirata; um programa humorístico brasileiro de humor

READ related articles:
Julian Beever, o picasso das ruas
Rafinha bastos e seu Stand-up comedy show !
TV pirata, quem viu viu...
O mar está destruindo o Pontal do atafona .

TV Pirata foi um programa humorístico brasileiro de humor, transmitido pela Rede Globo entre 1988 e 1990 e em 1992, às terças-feiras. Foi criado pelo diretor Guel Arraes e pelo roteirista Cláudio Paiva. Foi um dos maiores sucessos do gênero no Brasil, com seu humor com base no nonsense e na sátira, executado por uma equipe de roteiristas que incluía Luís Fernando Veríssimo, os quadrinistas Laerte e Glauco, e integrantes do Planeta Diário e da Casseta Popular - que viriam a se reunir e formar o Casseta & Planeta. O sucesso também se deve ao elenco, contando com atores e atrizes renomados como Cláudia Raia, Débora Bloch, Marco Nanini, Maria Zilda Bethlem, Ney Latorraca e Cristina Pereira. O programa ajudou a consolidar as carreiras de atores como Luiz Fernando Guimarães e Regina Casé (ambos revelados pelo grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone).

O programa carregava influências de programas como Saturday Night Live dos Estados Unidos e Monty Python Flying Circus da Inglaterra, tanto no conteúdo quanto no seu formato. Cada programa consistia em uma série de quadros cômicos e aleatórios.




O começo foi devagar e TV Pirata quase foi cancelado. No começo, a audiência não assimilou muito bem um programa humorístico que não contava com comediantes e sim com atores dramáticos fazendo comédia (mais tarde, alguns destes atores fariam mais comédias em suas carreiras). Também não havia no TV Pirata um conceito de quadros "fixos" comparável ao do modelo de humorísticos tradicionais como Balança Mas Não Cai e Praça da Alegria: diante da contínua criação de novas atrações, nenhum quadro tinha espaço garantido ao longo da temporada.

Aos poucos, porém, o formato do programa começou a fazer sucesso, principalmente porque se fazia piada de todos os tipos, incluindo futebol, política, economia, novelas, celebridades e outros. Nenhuma pessoa de qualquer classe econômica ou social escapava do humor do TV Pirata - nem a TV Globo, "vítima" de sátiras de Globo Rural (Campo Rural), TV Mulher (TV Macho), Roda de Fogo (Fogo no Rabo) e inúmeros outros programas.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

POR DENTRO DO JIHAD



POR DENTRO DO JIHAD é um relato envolvente e provocativo, que oferece uma perspectiva inteiramente original da batalha que se desenvolve contra a al-Qaeda, pelo olhar de quem se infiltrou nessas redes terroristas. Pela primeira vez, Omar Nasiri, que trabalhou entre 1994 e 2000 como agente secreto para os principais serviços de inteligência da Europa, compartilha a história de sua vida entre o mundo dos jihadistas islâmicos e o dos espiões que os perseguem. Como árabe e muçulmano, ele pôde se infiltrar nos rigidamente controlados campos de treinamento afegãos, onde encontrou homens que mais tarde se tornariam os terroristas mais procurados do mundo. Enviado de volta à Europa, Nasiri tornou-se um intermediário de mensagens trocadas entre o recrutador-chefe da al-Qaeda no Paquistão e o clérigo radical de Londres Abu Qatada."

Título : POR DENTRO DO JIHAD
Autor : Omar Nasiri
ISBN : 8501079235
Gênero : Biografia - Narrativa Não-Ficção
Páginas : 434
Formato : 16 x 23 cm
Preço : R$ 53,00

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

L'egendre

A conquista de uma dama possui etapas que vão desde o momento em que ainda não a conhecemos até as fases em que temos que reconquistá-la continuamente nos casamentos ou em outras relações duradouras. L'engendre é a historia divertida de um pássaro cuco, confinado em sua propria rotina. Este jovem pássaro se defronta com o amor a primeira vista. A história trata sobre a dinamica do amor e os ritos da sedução.

Quem nunca ouviu falar daquele conselho: Cumprimente sutilmente toda mulher bonita que passar por você e te olhar. Uma delas irá te responder. Quando uma dama o olha, há uma fração de segundo em que você deve cumprimentá-la. Se esperar muito, perderá a chance. O momento de cumprimentá-la é o momento em que paira na mente feminina uma dúvida resultante do estado de surpresa. Você pode também ignorar a presença da beldade em um primeiro momento, por um bom tempo, e surpreendê-la com um olhar fixo nos olhos acompanhado por um cumprimento quase imperceptível antes da recuperação da surpresa.



Depois, dê amizade, ternura e romantismo. E o mais importante, somente revele suas verdadeiras intenções quando o momento certo chegar, senão você corre o risco de quebrar todo o encanto de uma conquista.

Pontal de Atafona

READ related articles:
Julian Beever, o picasso das ruas
Rafinha bastos e seu Stand-up comedy show !
TV pirata, quem viu viu...
O mar está destruindo o Pontal do atafona .

O mar avança sobre o Pontal de Atafona. O vilarejo de Atafona (RJ) está perdendo a briga contra o mar. A praia vem sendo destruída pelas ondas que avançam destruindo casas e expulsando moradores do vilarejo. Até mesmo aqueles navagadores que enfrentam diariamente as ondas do mar convivem com o problema provocado pelo avanço do mar.

O farol, que sinaliza o Pontal, já foi transferido por duas vezes para um lugar mais seguro.Nos últimos 40 anos, 183 casas já foram destruídas e muitos quarteirões próximos ao mar são considerados coma área de risco pela prefeitura da cidade. Mesmo diante do perigo, moradores como o desempregado Rodrigo da Silva, de 62 anos, insistem em permanecer nas suas casas, já parcialmente destruídas. "Já teve noite de ninguém dormir, esperando a maré grande." É nessa espera pelo destino incerto que os moradores de Atafona vão vivendo". Enquanto isso, turistas aproveitam a temporada para tirar fotos de casas e construções em ruínas. De pouco em pouco, o Pontal de Atafona se transforma em ponto de visitação turística.

Não há explicação exata para o fenômeno. Na opinião de especialistas, o enfraquecimento do Rio Paraíba do Sul não pode ser considerado como a causa principal do problema. Na visão de muitos ambientalistas, a invasão do mar é consequência direta do aquecimento global, na medida em que este provoca o aumento do nível dos oceanos. Além disso, em Atafona os ventos são tão fortes e intensos que acabam sendo determinantes para mudança do cenário, pois intensificam o poder destruidor do mar de Atafona. A complexidade do fenômeno instiga os pesquisadores da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) a continuar investigando o que acontecerá com Atafona se as temperaturas e o nível do mar continuarem subindo.

Quanto ao aquecimento global, alguns estudos já apontam resultados. Por exemplo, as previsões para a zona costeira brasileira já foram feitas: o nível do mar vai subir entre 30 e 80 centímetros nos próximos 50 anos. Construções a beira mar vão desaparecer. Furacões poderão atingir a extensa costa brasileira . Algumas previsões são assustadoras: segundo estudo desenvolvido em parceria entre a Fundação Centro Tecnológico de Hidráulica (FCTH) e a Universidade de São Paulo (USP) o aumento do nível do mar em 1,5 metro na baía e no estuário de Santos e São Vicente, em São Paulo, e revelou que, se essa elevação ocorresse de fato, os impactos seriam desastrosos em toda a região. A elevação do nível do mar ocasionada pelo aquecimento global pode provocar, até o fim deste século, um desastre na cidade de Santos, no litoral de São Paulo. A cidade poderá ser atingida por ondas gigantes, mostra um dos estudos brasileiros sobre as mudanças climáticas e seus efeitos sobre a biodiversidade divulgados hoje pelo Ministério do Meio Ambiente. Diante destes estudos, o que está acontencedo com o Pontal de Atafona poderia ser o prenúncio de algo que ainda está por vir. Quem viver, verá!

sábado, 13 de dezembro de 2008

Petróleo caro!!!

Esta cronologia foi originalmente publicada pelo Departamento de Energia do Instituto do Strategic Petroleum Reserve, Analysis Division. Atualizações para 1995-2006 são provenientes do Energy Information Administration. Os preços não foram ajustados pela inflação.





1. OPEP começa a se afirmar; eleva taxa & preços afixados

2. OPEP começa o processo de nacionalização; aumenta os preços em resposta à queda US dólar.

3. Negotiations for gradual transfer of ownership of western assets in OPEC countries

3. Negociações para a transferência progressiva da propriedade dos ativos ocidentais em países da OPEP

4. Inicia o embargo ao petróleo (October 19-20, 1973)

5. OPEP congela os preços;

6. Fim do embargo ao petróleo (18 de março de 1974)

7. Sauditas aumentam as taxas de imposto e de royalties

8. E.U inicia o oil entitlements program

9. OPEP anuncia o aumento de 15% das receitas em 1 de Outubro de 1975

10. Official Saudi Light price held constant for 1976

10. Preços do petróleo Saudita(tipo leve) permanecem constantes

11. produção petrolífera Iraniano atinge o seu menor valor em 27 anos

12. OPEP decide por aumento dos preços em 14,5% para 1979

13. Iraniano revolução; Shah deposto

14. OPEP eleva preços 14,5%. 1 de Abril de 1979

15. US phased price decontrol begins

15. Disparada do preço do petróleo se inicia

16. OPEP eleva preços 15%

17. Irã prende reféns; Presidente Carter corta as importações provenientes do Irã; Irã cancela contratos com o E.U; Produção de países não membros da OPEP atinge 17,0 milhões de barris / dia

18. Sauditas aumentam preço bruto de 19 dolares / bbl para 26 dolares / bbl

19. Windfall Profits Tax enacted 19. Windfall Profits Tax promulgada

20. Kuwait, Iran, and Libya production cuts drop OPEC oil production to 27 million b/d 20. Kuwait, Irã, Líbia e produção de petróleo da OPEP corta gota produção para 27 milhões de b / d

21. Saudi raised to $28/bbl

21. Petróleo Saudita(tipo leve) aumentado para 28 dolares/bbl

22. Petróleo Saudita(tipo leve) aumentado para 34 dolares/bbl

23. Inicio dos combates na Guerra Irã - Iraque

24. Presidente Reagan suprime as politicas de controle de preços sobre o petróleo

25. Spot prices dominate official OPEC prices

25. Spot preços dominar oficial OPEP preços

26. US boicotes ao petróleo bruto do Libyan; OPEP planos para produção de 18 milhões de barris/ dia

27. Syria cuts off Iraqi pipeline 27. Síria corta oleoduto iraquiano

28. Libya initiates discounts; Non-OPEC output reaches 20 million b/d; OPEC output drops to 15 million b/d 28. Líbia inicia descontos; Non - OPEP saída atinge 20 milhões de b / d; OPEP saída cai para 15 milhões de b / d

29. OPEC cuts prices by $5/bbl and agrees to 17.5 million b/d output – January 1983 29. OPEP corta preços por $ 5/bbl e acorda em 17,5 milhões de b / d saída - Janeiro de 1983

30. Noruega, Reino Unido, Nigéria e reduzem os preços

31. OPEC accord cuts Saudi Light price to $28/bbl

31. OPEP acordo cortes Saudi Light preço para US $ 28/bbl

32. Produção da OPEP cai para 13,7 milhões de b / d

33. Saudis link to spot price and begin to raise output – June 1985

33. Sauditas ligação ao preço e começar a levantar saída - Junho 1985

34. Produção da OPEP atinge 18 milhões de b / d

35. Wide use of netback pricing

35. Wide utilização de netback preços

36. Ampla utilização de preços fixos

37. Ampla utilização da fórmula de preços

38. Fracassa reunião entre membros da OPEP com países não-membros

39. OPEP fecha acordo para produção; Fulmar / Brent falhas de produção no Mar do Norte

40. Petroleiro Da Exxon Valdez derrama 11 milhões de galões de petróleo bruto

41. OPEP eleva produção limite para 19,5 milhões barris / dia - Junho de 1989

42. Iraque invade Kuwait

43. Operation Desert Storm begins; 17.3 million barrels of SPR crude oil sales is awarded

43. Inicio da operação tempestade no deserto; 17,3 milhões de barris de petróleo bruto SPR vendas é premiado

44. Termina a guerra do Golfo Pérsico

45. Dissolução da União Soviética; Fogo em poço de petroleo é extinto em 6 de novembro de 1991

46. ONU ameaça sanções contra a Líbia

47. Arábia Saudita concorda em apoiar OPEP em aumento de preços

48. OPEP produção alcança 25,3 milhões de b / d, o mais elevado em mais de uma década

49. Kuwait impulsiona produção de 560000 b/d contrariando a quota proposta pela OPEP

50. Greve de trabalhadores da industria Nigeriana de petróleo

51. Frio extremo na Europa e os US

52. E.U inicia ataques com mísseis ao Sul do Iraque após a invasão do Iraque

53. Iraque começa exportar petróleo apoiado pela Resolução 986 Conselho de Segurança das Nações Unidas.

54. Escalada de preços devido a recusa do Iraque em permitir que inspectores das Nações Unidas inspecionem instalações iraquianas. Crescente tensão no Médio Oriente óleo - rico.

55. OPEP aumenta sua produção limite máximo de 2,5 milhões de barris por dia para 27,5 milhões de barris por dia. Este é o primeiro aumento de 4 anos.

56. Demanda mundial por petróleo aumenta em 2,25 milhões de barris por dia em 1997, o maior aumento anual desde 1988.

57. Os preços do petróleo continuam sua queda na medida em que o aumento da produção do Iraque não coincide com o crescimento da procura de petróleo da Ásia, devido à crise económica asiática e aumentos nos estoques mundiais de petróleo após dois invernos anormalmente quente.

58. OPEP promessas produção adicional cortes pela terceira vez desde Março de 1998. A soma dos cortes totaliza cerca de 4,3 milhões de barris por dia.

59. Os preços do petróleo triplicam entre Janeiro de 1999 e Setembro de 2000 devido à forte demanda mundial de petróleo, devido aos cortes na produção petrolífera da OPEP, e devido a outros factores, incluindo o clima e baixos níveis de reservas petrolíferas.

60. Presidente Clinton autoriza a liberação de 30 milhões de barris de petróleo doStrategic Petroleum Reserve (SPR) durante 30 dias para reforçar petróleo, combustível para aquecimento, em especial na região Nordeste.

61. Os preços do petróleo caem devido à fraca demanda mundial (em grande parte como resultado da recessão economica nos Estados Unidos) e superprodução da OPEP.

62. Declínio substancial dos preços após 11 de setembro de 2001, dia que foi marcado por ataques terroristas contra os Estados Unidos,

em grande parte aumentou temores de uma acentuada desaceleração econômica mundial Preços então aumento na medida em que produção petrolífera de membros OPEP e não-OPEP sofre cortes. No início de 2002, mais agitação no Médio Oriente, bem como a possibilidade de renovação conflito com o Iraque.

63. OPEP corta produção de petróleo, turbulências na Venezuela, e crescentes tensões no Médio Oriente contribuir para um aumento significativo dos preços do petróleo entre Janeiro e Junho.

64. A general strike in Venezuela, concern over a possible military conflict in Iraq, and cold winter weather all contribute to a sharp decline in U.S. oil inventories and cause oil prices to escalate further at the end of the year. 64. Uma greve geral na Venezuela, a preocupação com um possível conflito militar no Iraque, e Inverno frio meteorológicas todos contribuir para uma diminuição acentuada do petróleo US inventários e causar a escalada dos preços do petróleo mais no final do ano.

65. Agitação na Venezuela e uma iminente ação militar no Iraque provoca a subida dos preços em Janeiro e Fevereiro de 2003.

66. Inicio da ação ação militar no Iraque em 19 de março de 2003. Iraqi oil fields are not destroyed as had been feared. Campos de petróleo iraquianos foram preservados. Os preços baixam.

67. OPEP concorda abaixar limite máximo em 1 milhão de barris por dia. O limite passa a ser 23,5 milhões de barris por dia, a partir de Abril de 2004.

68. OPEP concorda em elevar a sua produção de petróleo bruto alvo por 500.000 barris (2% da actual produção da OPEP) até Agosto 1 - num esforço para moderar a alta dos preços do petróleo bruto.

69. Furacão Ivan causa danos importantes à infra-estrutura energética no Golfo do México e interrompe fornecimento de petróleo e de gás natural

para os Estados Unidos. US secretário de Energia Spencer Abraham concorda em liberar 1,7 milhão de barris de petróleo, sob a forma de um empréstimo concedido pela Strategic Petroleum Reserve.

70. Perturbações no abastecimento de petróleo do Iraque e Nigéria, bem como a forte procura energética, aumentam os preços durante o primeiro e segundo trimestres de 2005.

71. Tempestade Tropical Cindy e furacões Dennis, Katrina e Rita prejudicam a produção de petróleo no Golfo do México.

72. Em resposta aos furacões, o Departamento de Energia prevê empréstimos de emergência de 9,8 milhões de barris e vendeu 11 milhões de barris de petróleo a partir da SPR.

73. Militant ataques na Nigéria pára produção petrolífera de mais de 600.000 barris por dia desde o início em Fevereiro de 2006.

74. OPEP membros concordam em cortar a produçãode petróleo bruto em 1,2 milhões de barris por dia apartir de 1 de novembro de 2006. Em dezembro, o grupo se compromete a saída cortada por mais 500000 barris por dia apartir de Fevereiro de 2007.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Wordle: Isso resume tudo!

Encontrei na Internet hoje mesmo. O nome é Wordle. Acho que isso resume bem este blog. Tudo a ver! Parece até brincadeira, poesia concreta. Mas deve ter dado trabalho fazer o site que gerou tudo isso ai. Click para aumentar...acho que ficou muito pequeno.
title="Wordle: http://talkofacity.blogspot.com">
javascript:void(0)

Sobre o site Wordly, é interessante. Pode usar um feed, uma URL, atom, o delicio.us ou mesmo digitar as palavras no editor. Daí é só fazer as combinações(é muita coisa, entre fonte, cores, paletes, orientação,etc) e salvar na galeria.

Stand-up Comedy

READ related articles:
Julian Beever, o picasso das ruas
Rafinha bastos e seu Stand-up comedy show !
TV pirata, quem viu viu...
O mar está destruindo o Pontal do atafona .


São Paulo é bem conhecida por ser uma cidade rica em espetáculos culturais.Neste ponto, não faltam opções lazer e entretenimento. Aqueles que não tem a oportunidade aproveitar os espetáculos de perto, podem ao menos utilizar as novas tecnologias digitais para, então, acompanhar as novidades que surgem naquela cidade. A boa nova que invade as sites na Internet especilizados em video é um trabalho totalmente diferente do que o público da rede de computadores conhece e que não decepiciona de maneira alguma: Monólogos ao melhor estilo Stand-up Comedy.

Um destes shows é protagonizado por Rafinha Bastos, que também integra o grupo Clube da Comédia. A originalidade dos roteiros impressiona - o humorista escreve o seu próprio texto, sem utilizar piadas de outros comediantes ou piadas de uso popular. Rafinha também já fez participações em outros espetáculos humoristísticos como Os Cretinos, Trestosternoas, Deboshow, além de outros espetáculos ao lado de Marcelo Mansfield(Terça Insana). Hoje ele faz parte do programa CQC



Este tipo de comédia teve sua origem em continente yank, e entre os comediantes que se destacaram por lá, não se pode deixar de citar Jerry Seinfeld, Ellen De Generes, Bill Cosby e Ray Romano. Neste tipo de espetáculo, o bom humorista vive em uma corda bamba, entre a espectativa do riso ou o fracasso da sua piada, mas nunca procura o disfarce de um figurino engraçado ou de uma trilha sonora. Nada disto, toda a graça vem apenas de um microfone e um pedestal como cenário para o seu talento.No início de decada de 80 , esse gênero humorístico foi recuperado no Brasil por personalidades como: José Vasconcelos Chico Anysio e Jô Soares.

Além de Rafinha Bastos, outros humoristas se destacam na nova mídia, entre eles: Diogo Portugal, Bruno Motta, Danilo Gentilli. Os vídeos disponíveis na Internet servem como evidência irrefutável. Sabe-se que hoje se vive a geração uploading, onde qualquer um pode criar conteudo interativo e disponibilizar na Internet. Uploading é palavra do momento, basta olhar para exemplos como You Tube, Orkut, BitTorrent. Sem dúvida, a Internet tem dado uma importante contribuição para o sucesso desta nova leva de humoristas, mas o que realmente está contribuindo na disseminação destes trabalhos é o talento destes jovens humoristas brasileiros.



quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

XIX Fórum Nacional



XIX Fórum Nacional (2007) colocou uma questão básica para os brasileiros: o país está em condição de sustentar, no curto prazo, a expansão econômica de 5% ao ano, além de elevá-la gradualmente até atingir o alto crescimento, ombreando-se nesse aspecto aos outros grandes emergentes? Chegou a vez do Brasil?, organizado por João Paulo dos Reis Velloso e Roberto Cavalcanti de Albuquerque, apresenta os pronunciamentos, estudos, depoimentos e debates sobre esta importante pergunta, analisada em seus muitos e complexos desdobramentos. A obra inclui textos de Luis Alberto Moreno, Guido Mantega, Dilma Rousseff, Chen Duqing, Tasso Jereissati, Aloizio Mercadante, Armando Monteiro Neto, Jorge Gerdau Johannpeter, Cláudio R. Frischtak, Walfrido dos Mares Guia, Ana Maria Gonçalves, Tarcísio Padilha, Luiz Guilherme Shymura, Gleyse Peiter e André Spitz, Alberto Dines, João Fernando Gomes de Oliveira, Marcílio Marques Moreira, Paulo Bernardo Silva, Henrique Meirelles, Affonso Celso Pastore, Maria Cristina Pinotti e Leonardo Porto de Almeida, Raul Velloso, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, Maria Fernanda Ramos Coelho, Paulo Sérgio Oliveira Passos, Márcio Pereira Zimmermann, Antônio Carlos Valente, Eduardo Bartolomeo, Paulo Godoy, Silvio Crestana, Manoel Régis Lima Verde Leal e Rogério Cezar de Cerqueira Leite, Anonio Paes de Carvalho, Roberto Rodrigues, José Carlos Miragaya, Eduardo Pereira de Carvalho, Antonio Carlos Lemgruber, Luciano Coutinho, Vinod Thomas, Luiz Henrique Proença Soares e João Alberto De Negri, Antonio C. R. Gil e Ricardo Saur, Ivan João Guimarães Ramalho, Benedicto Fonseca Moreira, Marcus Cavalcanti e André Pereira Neto.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Information Architects

A Information Architects lançou a segunda versão de uma tendência mapa traçar o topo 200 mais bem sucedidos sites.
As empresas estão dispostas em um mapa que muito se parece com as linhas de metrô de grandes cidades como Londres, Tokyo e Paris sabe como estas linhas sa densamente povoadas metrópole.

Veja o mapa

As cores das linhas indicam as ligações das empresas com base em categorias, tais notícias, search engines, música, filmes, política, e vários outros. Em uma clara alusão ao tempo na cidade, o mapa descreve a previsão do tempo para a empresa.
Se a previsão é chuva, a empresa/site passa possivelmente por algumas intempéries: o site pode ser inseguro ou pode sofrer bruscas mudanças. Se a previsão é sol, o site vai de vento em poupa! Na medida que você visita as empresas, o recurso de visulização SnapShots lhe da maiores detalhes sobre a empresa.
Melhorias desde a primeira versão inclui a adição de novos sites, alguns de outros países, como o Japão, Alemanha e China. As linhas foram renomeados, previsões de tempo foram adicionados, e os locais foram marcados de acordo com uma escala Web que vai de 0 até 2,5.
Por Exemplo exemplo, Flickr e Facebook foram marcadas como Web 2,5 sítios. Embora Flickr's previsão é changing, o site Facebook's é unreal (significando estar em boa forma).

Busca

Pesquisa personalizada

Popular Posts

google search

Pesquisa personalizada
Ocorreu um erro neste gadget