segunda-feira, 16 de março de 2009

KEPL3, Anastácio e o detector de mentiras...

Este é um demostrativo de como pode se ler a expressão das pessoas, e ver quando estão dizendo a verdade, ou escondendo algo, ou simplesmente omitindo coisas que não devem ser ditas. Você, logicamente, não precisa ter um detector de mentiras acoplado a seu video ou audio para determinar se lhe estão faltando com a verdade. Vale para pessoas também, como seu chefe, seu colega de trabalho, etc.

O video abaixo é de Anastácio Fernandes Migues, presidente do grupo Kepler Weber, que comemora a recuperação da liderança latino-americana em armazenagem de grãos.



A expressão corporal é tudo. Olhem para o Anastácio...quais suas expressões básicas?
1) Pisca os olhos - Esta preocupado, ansioso
2) Ergue as sombrancelhas - Fala com convicção
3) Sorri, sutilmente - Está despistando, omite informações comprometedoras, é irônico por defensividade.
4) Olha para a camera e não para o entrevistado - está falando a verdade, pois demostra confiança.

Então basta ligar a expressão( que é um padrão) ou que é dito. Nesta entrevista seguindo este método pode se ter as seguintes conclusões:

1)Ele é sincero quando fala as causas que levaram a KW a situação atual
2)É irônico ao falar que os investidores "levaram" todas as ações, como quem diz: os trouxas levaram tudo...e os bancos que deram "dinheiro novo" puderam lucrar com a operação.
3)A KW está com dificuldades de entrar no mercado Argentino.
4)"pelo menos o dobro" foi uma piada infame...claro já no 3T 2008 a KW atingiu o dobro do faturamento de 2007.
5)Há uma certa tranquilidade, pois quando se diz em gestão que é só uma questão de coordenação significa que a solução está muito próxima, que não há problemas maiores.
6) A KW tem problemas na finalização do produção. Ficou claro que como toda empresa alguns clientes não ficam satisfeitos com alguns problemas que dão problemas...Ele foi ironico quando explicou.
7) Ficou claro que a KW vai andar quando o governo ajudar...pois depende que os pequenos comprem seus produtos. A coisa evoluiu pois há varias linhas já:
http://www.kepler.com.br/view/v1/Segmentos-linhasdecredito.aspx
8) A KW tem buscado novos mercados que não estão sofrendo a crise economica: AFRICA, chile, cuba, oriente médio, venezuela.

Hoje a ação da KW está 0,14. Isso deve mudar na minha opinião, e para cima. Apesar das mentiras ironicas, ele foi muito confiante quando falou das melhorias de processos, melhoria operacional, estratégia e ajuda governamental. O periodo de manipulação já passou, com os bancos emprestando dinheiro e então saindo do negócio.

Nerds vaidosos dão origem à tribo dos tecnossexuais

Ele não sairá de casa -- onde tem um computador com disco rígido de 1 terabyte -- sem vestir boas roupas, passar perfume, arrumar o cabelo e pegar seu iPhone para se relacionar com amigos via redes sociais e twittar suas impressões daquela balada recém-inaugurada. O tecnossexual, um fã de tecnologia que se preocupa tanto com a aparência no mundo off-line quanto com a atualização constante de sua página no Facebook.

A palavra para designar essa tribo tornou-se “oficial” depois de ser divulgada há alguns anos, no Urban Dictionary, pelo consultor de mídia digital norte-americano Ricky Montalvo


Raio-x do tecnossexual
1) Usa aplicativos do iPhone para escolher o restaurante japonês onde vai jantar.
2) Se orgulha de divulgar suas fotos em redes sociais, mesmo quando aparece de regata
3) Tem celular de última geração cheio de ferramentas ligadas à boa forma, como calculadora de calorias
4) Não vê a hora de a esteira da sua academia incorporar um computador, para checar e-mails enquanto se exercita
5) Entre um exercício e outro você compara as funcionalidades do seu celular com as dos colegas de academia
6) Já escolheu um tom de roupa para combinar com seus gadgets
7) No final do mês, mesmo se não sobrar dinheiro, você compra o novo gadget que tanto quer.
8) Ao comprar uma nova calça jeans você testa como ela vai ficar quando colocar o celular no bolso
9) Quando sai com os amigos, dá preferencia a locais com acesso à rede Wi-Fi
10) Na balada você sente a necessidade de compartilhar suas impressões com aqueles que o seguem no twitter

Alvino Aparecido Moreira Netto(Londrina-PR) acredita se encaixar na definição de tecnossexual. “Me interesso por tecnologia e, entre passar janeiro na praia e na Campus Party, escolheria a segunda opção. Apesar de gostar de comprar roupas, não deixo de ter celular, laptop, iPod e afins: sempre as alternativas mais modernas e completas”

Aos 20 anos, ele também diz praticar triatlon todos os dias da semana e sair sempre com os amigos. Para ele, o tecnossexual é diferente dos geeks e nerds justamente porque o grupo dos vaidosos não se interessa apenas por tecnologia. Alvino não se incomoda com o rótulo e conta que já fez loucuras para se manter antenado: “quando morava fora do país, gastava horrores com aparelhos que levariam anos para chegar ao Brasil. E já pedi a um amigo que estava no Japão para trazer um celular moderníssimo”.

Roberto Vinicius Aghazarian, de 28 anos, também considera se encaixar parcialmente na tribo. Profissional da área de marketing, ele sempre gostou muito de eletrônicos, acompanha lançamentos de produtos e está sempre conectado à internet. “Só não me encaixo totalmente na definição, pois hoje já aprendi a ter discernimento para minhas prioridades”. Para ele, o tecnossexual tem um apelo melhor que os nerds e geeks: a tribo “é mais social, atraente e nem por isso menos inteligente”.

Busca

Pesquisa personalizada

Popular Posts

google search

Pesquisa personalizada
Ocorreu um erro neste gadget