terça-feira, 28 de abril de 2009

Taurus (FJTA4) divulga resultados do 1º trimestre/2009

Mais Lidas
KEPL3, Anastácio e o detector de mentiras...

Expectativas da KEPL3 para 2009
Cágado come pomba em pleno dia...

A Taurus voltou a apresentar desempenho positivo no primeiro trimestre de 2009. A receita da companhia aumentou 51% sobre o mesmo período do ano passado, alcançando R$ 241,3 milhões. O lucro bruto aumentou 75,5% e o lucro operacional mais do que duplicou, chegando a R$ 46,5 milhões. Os números foram enviados nesta segunda-feira, dia 27, à CVM. Segundo o presidente da empresa, Luis Fernando Costa Estima, o bom desempenho da Taurus é reflexo da estratégia da empresa de investir fortemente na ampliação do portfólio de produtos e no aumento de produtividade.

O maior valor médio do dólar nos 3 primeiros meses do ano (alta de 33% em 2009) contribuiu decisivamente para que Taurus. A demanda elevada por armas nos EUA tem favorecido a valorização de empresas do setor nas bolsas norteamericanas (Smith & Wesson com alta de 190% e Sturm Ruger com ganho de 78% em 2009).

Destaques no resultado consolidado no primeiro trimestre de 2009:

As demonstrações financeiras consolidadas abrangem a Companhia e as suas controladas diretas,
Taurus Blindagens Ltda., Taurus Holdings, Inc., Taurus Máquinas-Ferramenta Ltda., Taurus
Investimentos Imobiliários Ltda. e a Taurus Security Ltda. e a controlada em conjunto Famastil
Taurus Ferramentas S.A.

(1) RECEITA LÍQUIDA:
A receita líquida consolidada da Forjas Taurus S.A. e empresas controladas somou no 1T09
R$ 207.632 mil, representando um crescimento de 55,8% sobre os R$ 133.301 mil alcançados
no mesmo período de 2008.

(2) LUCRO LÍQUIDO:
O lucro líquido consolidado no 1T09 foi de R$ 12.582 mil, 2,5% acima dos R$ 12.279 mil
alcançados no 1T08, equivalente a 6,1% da receita líquida consolidada, no valor de R$ 207.632
mil (9,1% da receita líquida consolidada no valor de R$ 133.366 mil no 1T08).

(3) INVESTIMENTOS:
Os investimentos consolidados em imobilizado e diferido somaram no 1T09 R$ 13.642 mil (R$
6.221 mil no 1T08). O valor da depreciação e amortização registradas no 1T09 foram de
R$ 5.725 mil (R$ 4.204 mil no 1T08).

(4) EBITDA e MARGEM EBITDA:
1T09 1T08
Resultado operacional 22.762 20.767
Receitas financeiras (11.496) (9.319)
Despesas financeiras 35.189 7.465
Depreciação e amortização 5.725 4.204
EBITDA 52.180 23.117
Margem EBITDA 25,1% 17,3%
O EBITDA do 1T09 no

Não fosse o impacto negativo de R$19 milhões no resultado financeiro, originado por operações contratadas de
venda de dólar futuro em Set’08 a uma taxa média efetiva de R$ 1,81/ dólar, e pela variação
cambial negativa dos empréstimos em moeda estrangeira, o resultado final da Taurus teria
crescido em proporções semelhantes ao EBITDA.


Lucro líquido: R$ 12,6 milhões. Aumento de 2,4% sobre R$ 12,3 milhões apurado no 1T08.

Mais Lidas
KEPL3, Anastácio e o detector de mentiras...

Expectativas da KEPL3 para 2009
Cágado come pomba em pleno dia...

Natura NATU3 lucra R$844,7 milhões no 1T2009

São Paulo, 22 de abril de 2009 A Natura Cosméticos S.A. (BM&FBovespa: NATU3)
anuncia hoje os resultados do primeiro trimestre de 2009 (1T09). As informações financeiras
e operacionais a seguir, exceto onde indicado o contrário, são apresentadas em base
consolidada, de acordo com a Legislação Societária em vigor, Lei 11.638/07.

O desempenho da Natura no 1T09 mostrou-se coerente com estas expectativas. A receita
líquida consolidada somou R$844,7 milhões, com crescimento de 26,5% em relação ao 1T08,
período no qual os resultados ainda não refletiam o plano de ação. O crescimento da base de
consultoras alcançou 19,6% neste trimestre, enquanto o EBITDA foi de R$183,9 milhões com
crescimento de 38,0% e margem de 21,8%, uma expansão de 180 pontos base, em relação
ao mesmo período do ano anterior. Para o ano de 2009, mantemos nosso guidance de um
piso de 23,0% para a margem EBITDA.

O foco no lançamento de inovações relevantes e a contínua racionalização do nosso portfólio
tiveram prosseguimento no 1T09, com destaque para um novo lançamento da linha de
perfumes Humor e a nova linha Natura Tododia Todanoite, composta por produtos
especialmente desenvolvidos para uso noturno. Ao final do trimestre, nosso portfólio somou
685 SKU´s contra 739 SKU´s de dezembro de 2008, e o índice de inovação1 foi de 66,8%
versus 64,8% no 1T08.
Os investimentos adicionais em marketing já somaram, desde o início do plano, R$100,7
milhões e têm sido financiados pelos ganhos de produtividade, que representaram no mesmo
período R$129,3 milhões. O novo modelo comercial CNO – Consultora Natura Orientadora –
alcançou 85% de implementação no Brasil até o final do primeiro trimestre e continuou a
contribuir com a ampliação de nosso canal de vendas. Ao final do 1T09 o número total
consolidado de consultoras e consultores somou 862,5 mil, com crescimento de 19,6% em
relação ao 1T08.

As operações internacionais novamente apresentaram altas taxas de crescimento, ganhos de
market share e consequente aumento de participação no resultado da nossa empresa. Os
países em consolidação (Argentina, Chile e Peru) já contribuem com resultados positivos
mensurados pelo EBITDA. Pretendemos acelerar o crescimento das operações em
implantação2, especialmente México e Colômbia, como parte de nossa estratégia de ampliar
as operações na América Latina. O canal de vendas, que amplia-se a taxa superior a 30,0%,
já soma 90,0 mil consultoras no bloco em consolidação e 29,8 mil consultoras no bloco em
Nossa estrutura de capital continua forte, com posição de caixa líquido de R$27,5 milhões ao
final de março de 2009 (caixa R$464,5 milhões e dívida R$437,0 milhões).

Coerentes com o nosso comportamento empresarial orientado para a criação de valor de
forma sustentável passamos a inserir desde 2008 nossas operações internacionais em
programas sociais, como o Crer Para Ver3, que contribui com a melhoria da educação pública
no Brasil e, agora, também na Argentina. Da mesma forma, nossa mobilização diante da crise
das mudanças climáticas envolve toda a Natura. O Projeto Carbono Neutro, que tem a missão
de reduzir em 33% as emissões relativas de gases do efeito estufa de toda a nossa cadeia
produtiva entre 2007 e 2011, tem atingido suas metas: nos dois primeiros anos de
implantação, eliminamos 9,0% de nossas emissões. O desafio que temos pela frente é
grande, mas temos convicção de que os ganhos para o negócio e para o meio ambiente são
ainda maiores.

O lucro líquido consolidado foi de R$138,8 milhões no 1T09 versus R$78,6 milhões no
1T08, com aumento de 76,6%. Esta evolução teve como principais causas: (i) crescimento do
resultado operacional da empresa; (ii) resultado financeiro líquido positivo devido a marcação
a mercado das operações com derivativos cuja única finalidade é proteger o patrimônio da
empresa contra variações cambiais; e (iii) da redução da taxa efetiva do Imposto de Renda
neste trimestre, que passou de 28,0% para 19,1%. Esta redução se deve a apropriação do
beneficio fiscal gerado pela declaração dos juros sobre capital próprio referente a 2008, e a
aceleração da amortização do ágio decorrente da reestruturação societária de 2004.

O EBITDA consolidado foi de R$183,9 milhões no 1T09 e de R$133,3 milhões no 1T08, com
crescimento de 38,0%. A margem EBITDA passou de 20,0% no 1T08 para 21,8% no 1T09.
Esta evolução favorável teve a influência da expansão na margem bruta em função de uma
melhor composição do mix de produtos e de ganhos de produtividade nas despesas com
vendas, conforme mencionados acima. Reiteramos nosso compromisso de manter um piso de
23,0% de margem EBITDA para os anos de 2009 e 2010.

Projeto Mato Grosso - KEPL3

Mais Lidas
KEPL3, Anastácio e o detector de mentiras...

Expectativas da KEPL3 para 2009
Cágado come pomba em pleno dia...

O Grupo Kepler Weber (Bovespa: KEPL3), empresa brasileira líder de mercado no segmento de armazenagem de produtos agrícolas, comunica que a Administração do Grupo reuniu-se com o Governo do Estado do Mato Grosso do Sul e com a Prefeitura Municipal de Campo Grande no intuito de buscar apoio para a implementação de um Projeto de Especialização da sua planta de Campo Grande para a produção de secadores.
Esta decisão estratégica é importante porque permitirá acelerar os planos de crescimento da companhia no mercado de secadores, de qualidade mundial, aumentando a competitividade e gerando maior aproximação da fábrica com os principais clientes.
Este processo não impactará os resultados da companhia no curto prazo, porém representará a criação da plataforma de crescimento no longo prazo.
O projeto possibilitará a geração imediata de 90 novos empregos e formação de mão-de-obra na unidade do Mato Grosso do Sul.

Mais Lidas
KEPL3, Anastácio e o detector de mentiras...

Expectativas da KEPL3 para 2009
Cágado come pomba em pleno dia...

Expectativas da kepler Weber para 2009

Mais Lidas
KEPL3, Anastácio e o detector de mentiras...

Projeto Mato Grosso - KEPL3...
Cágado come pomba em pleno dia...

O Grupo Kepler Weber S.A. (Bovespa: KEPL3), empresa brasileira líder de mercado no segmento de armazenagem de produtos agrícolas, informa:
O ano de 2009 inicia com toda a incerteza que se encerrou 2008.
Há sempre uma expectativa otimista, projetando resultados melhores para o exercício que inicia. No entanto, não se pode confundir expectativa com indícios de realização.
No caso da Kepler Weber, há diversos eventos a serem comemorados:
Em 2008, foi concluído positivamente o processo de reestruturação financeira do grupo. A liderança no segmento foi retomada e grandes e históricas parcerias tiveram a oportunidade de reiniciar negociações.
A companhia gerou caixa ao longo do período, o que lhe permitiu não acessar o mercado financeiro para satisfazer suas necessidades de capital de giro e eventuais investimentos. Este conforto financeiro foi fundamental levando-se em consideração a crise mundial ocorrida no final do ano. Com a escassez de linhas bancárias e um rigor maior na concessão de crédito, a Kepler Weber saiu-se fortalecida daquela fase aguda da crise, mantendo sua operação normalmente.
O resultado apresentado no terceiro trimestre e, também, o resultado do último trimestre que ainda será apresentado, mostram que o grupo está novamente no caminho certo. Não fossem as operações de proteção cambial, corretamente realizadas para fins de proteção das margens comerciais oriundas de exportações, mas que geraram despesas financeiras, a Kepler Weber teria um resultado ainda melhor no ano da reestruturação financeira. A geração de riqueza demonstrada pelo grupo sinaliza que a nova Gestão acertou na estratégia adotada, indicando bons resultados para 2009.
Obviamente que o resultado da Kepler Weber está diretamente ligado ao agronegócio brasileiro. As informações de uma safra superior a do ano anterior, em alguns dos principais estados produtores, permite prever uma maior necessidade de investimentos em sistemas de armazenagens, por parte dos produtores. Também se percebe que houve uma redução na venda antecipada de grãos, comparativamente aos anos anteriores. Espera-se que a necessidade de armazenagem cresça no Brasil, país onde ainda existe um grande déficit na capacidade de armazenamento de grãos.
Internacionalmente falando, a grande demanda por grãos, fator de muita discussão no período pré-crise, também tende a originar um maior investimento em sistemas de armazenagem. Isto deverá abrir novos mercados para a Kepler Weber, que hoje tem atuações no Mercosul, Venezuela, Cuba, alguns países do Oriente Médio e África.
Em termos de relacionamento com o mercado de ações, o Grupo Kepler Weber analisa e acompanha o desempenho das suas ações. A atual Gestão do grupo vem demonstrando a sua capacidade de trabalho e de agregação de valor à companhia. No ano de sua reestruturação financeira, a Kepler Weber já consegue apresentar um EBITDA saudável, demonstrando a capacidade de sua operação. Com os aspectos acima apreciados, mesmo num cenário crítico mundial, pode-se afirmar que o Grupo tem oportunidades a realizar em 2009.

Mais Lidas
KEPL3, Anastácio e o detector de mentiras...

Projeto Mato Grosso - KEPL3...
Cágado come pomba em pleno dia...

Busca

Pesquisa personalizada

Popular Posts

google search

Pesquisa personalizada
Ocorreu um erro neste gadget