quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

TV Pirata; um programa humorístico brasileiro de humor

READ related articles:
Julian Beever, o picasso das ruas
Rafinha bastos e seu Stand-up comedy show !
TV pirata, quem viu viu...
O mar está destruindo o Pontal do atafona .

TV Pirata foi um programa humorístico brasileiro de humor, transmitido pela Rede Globo entre 1988 e 1990 e em 1992, às terças-feiras. Foi criado pelo diretor Guel Arraes e pelo roteirista Cláudio Paiva. Foi um dos maiores sucessos do gênero no Brasil, com seu humor com base no nonsense e na sátira, executado por uma equipe de roteiristas que incluía Luís Fernando Veríssimo, os quadrinistas Laerte e Glauco, e integrantes do Planeta Diário e da Casseta Popular - que viriam a se reunir e formar o Casseta & Planeta. O sucesso também se deve ao elenco, contando com atores e atrizes renomados como Cláudia Raia, Débora Bloch, Marco Nanini, Maria Zilda Bethlem, Ney Latorraca e Cristina Pereira. O programa ajudou a consolidar as carreiras de atores como Luiz Fernando Guimarães e Regina Casé (ambos revelados pelo grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone).

O programa carregava influências de programas como Saturday Night Live dos Estados Unidos e Monty Python Flying Circus da Inglaterra, tanto no conteúdo quanto no seu formato. Cada programa consistia em uma série de quadros cômicos e aleatórios.




O começo foi devagar e TV Pirata quase foi cancelado. No começo, a audiência não assimilou muito bem um programa humorístico que não contava com comediantes e sim com atores dramáticos fazendo comédia (mais tarde, alguns destes atores fariam mais comédias em suas carreiras). Também não havia no TV Pirata um conceito de quadros "fixos" comparável ao do modelo de humorísticos tradicionais como Balança Mas Não Cai e Praça da Alegria: diante da contínua criação de novas atrações, nenhum quadro tinha espaço garantido ao longo da temporada.

Aos poucos, porém, o formato do programa começou a fazer sucesso, principalmente porque se fazia piada de todos os tipos, incluindo futebol, política, economia, novelas, celebridades e outros. Nenhuma pessoa de qualquer classe econômica ou social escapava do humor do TV Pirata - nem a TV Globo, "vítima" de sátiras de Globo Rural (Campo Rural), TV Mulher (TV Macho), Roda de Fogo (Fogo no Rabo) e inúmeros outros programas.

Busca

Pesquisa personalizada

Popular Posts

google search

Pesquisa personalizada
Ocorreu um erro neste gadget