sexta-feira, 6 de novembro de 2009

projeto Mapas Práticos

A Fundação Iberê Camargo participa do projeto Mapas Práticos – programa de descentralização de oficinas para a 7ª Bienal do Mercosul com encontros sobre gravura, que acontecem a partir do dia 20 nos ateliês de Gravura e do Programa Educativo, na sede da instituição.

A oficina de gravura é uma introdução à gravura em metal, explorando as técnicas básicas de gravação, impressão e de monotipias. O pré-requisito para participar da oficitar é ser maior de 15 anos.Não há necessidade de conhecimento prévio da técnica de gravura.

Os encontros, com duração de 3h cada, acontecem também às 14h das terças-feiras, nos dias 10 e 24 de novembro. Quem comanda a oficina é Eduardo Haesbaert, coordenador do Ateliê de Gravura da Fundação.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas diretamente com a Bienal do Mercosul, pelo telefone 51 3254.7500.

Robert Knight não faz ficção científica

Eu me lembrei algumas sempre me diziam que no futuro as pessoas iam implantar um chip na cabeça
e que assim teríamos ganhariamos uma nova interface. Algo típico de uma filme de ficção científica qualquer. E que daí, a qualquer instante poderíamos até dowloadear um determinado conteúdo em nossas cabeças e usar quando for necessário! Por exemplo, dowloadear uma música, um vídeo um livro, uma palestra, uma conversa, e muitas outras coisas.

Eu não sinceramente não conseguia ver a menor possibilidade..Mesmo me esforçando e buscando outras possibilidades menos escrachadas. Para mim era muito claro que chips e sangue não eram uma combinação perfeita assim como batatas fritas e ketchup. A idéia de implantar um chip na cabeça para mim deveria ficar sepultada nos livros de ficção científica de um Isaac Asimov qualquer.

Hoje caiu a ficha...graças a este video! É uma lecture de Robert Knight, um neurocientista da Universidade de Berkeley,.Ele fala sobre seu trabalho a importancia das ondas high gamma (60-200 Hz) para funções cognitivas e de fato demostra experiências onde foram fios foram implantados em regiões específicas do cérebro e utilizados como interface homem-máquina, cérebro-maquina ou ainda neurônio-maquina.

Lá por 3/4 da apresentação ele mostra alguns testes que foram feitos com primatas e humanos...puxa vida! Coisas impensáveis ,como poder mover um objeto que é mostrado na tela do computador apenas com o pensamento. Tipo: quero este círculo que se mova para direita, e lá vai a bola para a direita. Agora quero que vá para cima, e lá vai a bola para cima. E mais, mostra que isso é um pequena passo apenas, pois no futuro, braços mecanicos, pernas mecanicas e toda sorte de apetrechos ciborgs poderão extender nossas capacidades corporais. Veja o vídeo aqui

Busca

Pesquisa personalizada

Popular Posts

google search

Pesquisa personalizada
Ocorreu um erro neste gadget