domingo, 28 de junho de 2009

Bañuelos e Agra vão assumir controle da Klabin Segall

Valor Online

27/04/2009 20:12
Indique | Imprimir | Digg | del.icio.us Tamanho da Fonte: a- A+

SÃO PAULO - O investidor espanhol Enrique Bañuelos de Castro e a Agra Empreendimentos Imobiliários firmaram acordo hoje para assumir o controle acionário da Klabin Segall, que passa por dificuldades financeiras. A informação confirma matéria de hoje do jornal Valor Econômico.

Conforme Fato Relevante divulgado na noite desta segunda-feira, a transação se dará por meio de uma complexa operação. Primeiro, a Veremonte Participações, controlada por Bañuelos, e a Agra constituirão uma empresa chamada de Holding Agra Veremonte.

Para formar esta companhia, a Veremonte fará um aporte de R$ 100 milhões, enquanto a Agra entrará com R$ 10 milhões e com ativos imobiliários com Valor Geral de Vendas (VGV) calculado em R$ 355 milhões. A Veremonte controlará 64,9% do capital desta nova empresa e a Agra terá 35,1%.

Após sua constituição, a Holding Agra Veremonte será incorporada pela Klabin Segall, por meio de aumento de capital, e terá direito a receber 84.207.650 ações ordinárias da incorporadora. Desta forma, esta empresa, controlada por Bañuelos e Agra, terá 57,8% do capital social e votante da Klabin Segall, enquanto os atuais acionistas verão sua fatia diluída.

Segundo o Fato Relevante, a relação de substituição das ações "foi determinada em negociações entre as administrações das companhias, tendo como base o valor por ação da Klabin Segall de R$ 1,83 (implicando um valor total da Klabin Segall de R$ 112,5 milhões)". A empresa diz ainda que a transação não gera direito de retirada para os minoritários.

Nos negócios desta segunda-feira, já sob influência de notícias de venda, as ações da Klabin Segall saltaram 31,11%, para R$ 2,36.

O acordo firmado entre as partes prevê algumas condições, como o sucesso da renegociação de dívidas da Klabin Segall, que possui um passivo financeiro de R$ 637 milhões, sendo mais de 70% (R$ 461,8 milhões) em debêntures.

Além disso, a Veremonte e a Agra concordaram em adiantar R$ 10 milhões cada uma para a Klabin Segall (parcela que devolvida depois), por meio de um contrato de mútuo, "a fim de conferir maior liquidez e flexibilidade financeira para a companhia até a concretização da incorporação".

O acordo firmado prevê também que a Klabin Segall deverá celebrar contratos de retenção com seus atuais administradores Sérgio de Toledo Segall, Antonio Setin e Oscar Segall, que se comprometerão a se dedicar exclusivamente às atividades da empresa até o fim de 2014. Eles deverão assumir também uma obrigação de não concorrência pelo mesmo prazo.

O investidor espanhol Bañuelos e a Agra já tinham assumido, também em conjunto, o controle da operação de incorporação imobiliária da Abyara em fevereiro deste ano.

Nenhum comentário:

Busca

Pesquisa personalizada

Popular Posts

google search

Pesquisa personalizada
Ocorreu um erro neste gadget