terça-feira, 10 de novembro de 2009

Blecaute em São Paulo e Rio

O brasil vive agora uma situação calamitosa. Um gigantesco apagão de energia deixou São Paulo, o Rio de Janeiro, Salvador, Goiás , DF, Belo Horizonte(cerca de 20% da cidade),Recife(região central) e Vitória sem luz. É uma situação caótica! No rio, cidades como Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, na Região Metropolitana, em Duque de Caxias, Nova Iguaçu e São João de Meriti, na Baixada Fluminense, e em municípios da regiões Serrana e dos Lagos estão sem luz.

Metrô: Em São Paulo e Rio estão parados, e os passageiros tiveram de abandonar os trens.

As informações sobre a causa do incidente são escassas, mas o Operador Nacional do Sistema (ONS) informou que o sistema nacional perdeu 17 mil megawatts de capacidade, equivalente ao estado de São Paulo. A companhia de energia Cemig informu que houve um problema nas linhas de transmissão da usina de Itaipu, no Paraná.

Não há previsão de solução do blecaute.

Exite noticias de que rajadas de vento com até 70 quilômetros por hora provocaram estragos em Foz do Iguaçu (PR), na tarde desta terça-feira (10). Por volta das 13h30 um tornado atingiu a regiao norte de Foz de Iguaçu. O mapa do satélite mostra uma forte tempestade em toda a região sudeste-centro-oeste e outros tornados podem ter acontecido mais tarde com maior poder de destruição. Eu aposto que isso tem a ver com o problema da falta de luz, afinal o vento pode ter derrubado algum ponto de transmissão e desestabilizado o sistema. Se você pesquisar no site do OSN vai ver que a região que houve o blecaute recebe energia de Itaipu através de grandes linhas de trasmissão, que vão ramificando-se em outras menores.

O fato mostra ainda que apesar do governo se mostrar confiante quanto ao provimento de energia no país ainda há muita coisa a ser feita. Desde 2001 o assunto é debatido e já houve mais de 8 grandes blecautes que atingiram o país. Mostra também que não há um backup eficiente. Isto é, Itaipu que é responsável por 7 mil Megawatts é fundamental para o sistema todo. Sendo assim não há tolerancia a uma falha em Itaipu, e outras hidrelétricas não conseguem aderir ao sistema e estabilizar o fornecimento de energia, evitando que uma pane local atinja uma area de abrangencia grande. Estou aqui pensando, é apenas um racioncínio, mas muito provável é que o vento tenha causado estragos na região do paraná, por volta da tarde e o sistema (que envolve hidrelétricas do sul do país, centro e sudeste tenha segurado até a noite, quando o consumo no país sobe. Já as 21h não teve jeito e o sistema não suportou o consumo sem ter Itaipu fornecendo energia.

Nenhum comentário:

Busca

Pesquisa personalizada

Popular Posts

google search

Pesquisa personalizada
Ocorreu um erro neste gadget